quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Indecisões


Nunca tive 100% de certeza em alguma coisa é sempre “acho que sim’’ ou “talvez’’, dificilmente eu dizia um ‘‘sim’’ como resposta final.
Mas aqui estou pensando sobre a vida que tenho e concluir que estou naquela fase de decidir sobre o meu futuro. Não basta a dúvida, como seus pais vivem perguntando o que você quer da vida. Então eles dizem: por que não direito ou medicina? Não e não.
É claro que quero algo para o meu futuro, algo do qual possa me orgulhar disso e sei também que meus pais querem o melhor para mim. Mas vamos combinar, não seria melhor eu resolver isso?
Por outro lado, tem o meu sonho que é cinema. Mas porque cinema? Curiosidade? É isso respondo quando me perguntam sobre isso, o que queria mesmo era uma resposta mais completa do que simplesmente responder ‘‘curiosidade’’.
E aqui esta eu novamente, pensando em outras coisas para o meu futuro e pensando nas coisas que gosto de fazer. Talvez eu encontre algo nelas.
Vejamos: gosto de imaginar várias situações e de escrever, que tal escritora? Escrever livros, se aventurar com seus personagens, sofrer com eles, lutar com eles... Claro, adoro isso.
Confesso que já escrevi alguma coisa (ou posso dizer que tento escrever?), mas para mim isso só é uma distração e não sei se quero levar a sério.
Adoro música, conhecer cantores/bandas novas e de apresentar os que mais gostei aos amigos. Algo que incluir música, produtora musical?
Isso já esteve em minha mente, mas nunca pensei no caso direito porque sabia que não era isso que eu queria.
E voltamos ao cinema. Equipe, cenários, diretores, roteiristas, autores... Isso realmente me encanta fazer tudo que está escrito em alguns pedaços de papeis virá realidade. Além disso, podia fazer o que gosto, que é escrever. Claro que isso tem muita responsabilidade e isso não tem muito a minha cara (haha).
Mas como já disse ali em cima, nunca tive tantas certezas assim.
Talvez eu apenas esteja preocupada com tudo que anda acontecendo, até porque logo estarei no meu último ano. Acho que eu devo relaxar um pouco sobre isso, continuarei fazendo o que gosto e tentarei pensar sobre isso mais para frente.
Agora o que eu preciso fazer é aproveitar as coisas, claro que sem deixar de correr atrás dos sonhos e quem sabe no meio de tudo isso, eu não possa realmente decidir sobre o meu futuro.


4 comentários:

  1. Estamos na mesma situação, haha. Até fiz um post sobre isso. Sou completamente apaixonada por cinema, queria trabalhar com cenário, o figurino e o roteiro. Tem coisa melhor do que fazer aquilo que tá na sua cabeça virar realidade? Deve ser uma sensação indescritível. Infelizmente não farei faculdade de cinema, pelo menos foi a decisão que eu tomei por enquanto. Isso porque o mercado de cinema aqui no Brasil, apesar de estar crescendo, ainda é pequeno e tenho muito medo de fazer algo e acabar não conseguindo trabalhar onde eu quero ou como eu quero. Muita gente que faz Cinema acaba indo trabalhar em agências de publicidade, é legal, mas não é pra mim.
    Também não decidi qual faculdade farei, tenho várias em mente, mas escolhi "adiar" essa decisão, é melhor do que escolher de cabeça quente e me arrepender depois. Mas ainda quero estudar sobre isso <3
    Enfim, boa sorte!

    ResponderExcluir
  2. Olha, nem todo mundo acerta da primeira vez. E às vezes é bom ficar um tempinho pensando nisso. Eu não sei como é não decidir o que vai fazer, porque sempre fui muito decidida. Segui Publicidade e Propaganda porque tem tudo que absolutamente gosto. Também tenho aulas de cinema e juro para você: é muito foda. Nunca pensei em trabalhar com isso, mas depois que passei a entender os macetes, comecei a achar algo extremamente interessante. É uma área super legal, pena que tem pouca força no Brasil.

    ResponderExcluir
  3. Você escreve bem ♥ Eu quero seguir carreira de escritora ou designer gráfico (que é o que eu aprendo no curso) na área de cinema! Acho super legal!

    www.blog-sweetluv.blogspot.com

    xoxo ♥

    ResponderExcluir
  4. Super me identifiquei. Eu também sou muito insegura, principalmente quando tenho que tomar decisões. Estou indo para o meu último ano de colegial - amém - e não sei ainda o que vou fazer. Gosto bastante de cinema, de músicas, de desenhar e escrever. Artes, no geral. Medicina, engenharia direito... essas coisas não me atraem. O que me deixa irritada é o fato de outras pessoas quererem decidir por mim. Mesmo com as melhores intenções, acho que eu sei sobre o que eu gosto, o mercado de trabalho, famosos na área e se dá ou não dinheiro. Enfim, gostei muito do seu blog. Você escreve bem, parabéns.

    ResponderExcluir